Ultra Rádio

Romário destina R$ 55 mil a projetos para jovens de Paudalho

“Temos de cuidar das nossas crianças e dar mais oportunidades aos nossos jovens para que eles tenham um futuro melhor”. Pautado neste pensamento, que é um dos pilares de sua atuação, o deputado estadual Romário Dias (PSD) foi, nesta sexta (11), a Paudalho, na Mata Norte do Estado, para conhecer de perto os projetos voltados a juventude que serão beneficiados com duas de suas emendas parlamentares.

Ao todo, Romário destinou R$ 55 mil para os trabalhos desenvolvidos pela Paróquia do Divino Espírito Santo e pelo Centro de Estudo e Educação Popular (CEEP).

O deputado foi recebido pelo padre Pedro Francisco e pela irmã Celina, diretora do CEEP, para um encontro, no Centro de Formação Educativo Comunitário da paróquia, com jovens de diversos grupos que realizam ações na comunidade. Também estiveram presentes os empresários João Carlos Maynard e Afonso Benevides, os ex-vereadores Milton José e Fernando da Avip, o ex-prefeito de Palmeirina, Tanta; a advogada Ruth Vieira e Olga Benevides.

“Estamos aqui com o deputado, empresários e um grupo de amigos para dar um passo importante. Romário quer olhar para Paudalho de forma diferenciada”, afirmou padre Pedro, que detalhou não apenas as atividades do Centro de Formação como também diversas ações realizadas pela paróquia. Além do padre, a irmã Celina explicou como funcionam os projetos do CEEP e falou sobre a dura realidade dos jovens paudalhenses.

Romário destinou R$ 25 mil para aquisição de equipamentos e mobiliário que possibilitem ao Centro de Formação realizar acompanhamento psicológico, a formação de jovens enquanto mediadores de conflitos e cursos de teatro e música. Já para as ações do CEEP, que realiza atividades de educação para a cidadania e o resgate da identidade cultural, em especial na zona rural de Paudalho, foram destinados R$ 30 mil.

“Não existe uma política pública efetiva para os jovens em Paudalho; eles estão em segundo plano. Por isso, destinei esses recursos para projetos votados a eles. E faço isso independentemente de política. Atuo na cidade há quase 40 anos e sempre procurei fazer algum trabalho social aqui em Paudalho. Não se vive só de boas intenções. A gente vive de ações, de pegar a boa intenção e ter a ação de ir realizar as coisas”, concluiu o deputado.