Ultra Rádio

Em 11 meses, polícia indiciou 272 suspeitos de crimes contra bancos

Entre janeiro e novembro de 2016, ocorreram 130 roubos e furtos a instituições, caixas eletrônicos e carros fortes. Foram desarticuladas 13 quadrilhas diferentes.

Entre os meses de janeiro e novembro deste ano, a Polícia Civil de Pernambuco indiciou 272 pessoas suspeitas de envolvimento em roubos e furtos contra instituições financeiras no estado. No mesmo período, foram registrados 130 casos na modalidade especial de crimes contra o Patrimônio, que inclui roubo ou furto a agências bancárias, caixas eletrônicos e carros fortes.

Ao todo, foram encaminhados à Justiça 96 inquéritos com autoria definida, referente aos casos ocorridos neste ano. Os números foram contabilizados a partir dos dados da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, foram desarticuladas 13 quadrilhas de crimes contra instituições financeiras, com 92 pessoas envolvidas em três ações com maçarico, três com explosivos, cinco com roubo a banco, uma por assalto a carro forte e outra por “pescaria”, quando os suspeitos avariam a boca do caixa e usam um equipamento tipo anzol para pegar envelopes e dinheiro. .

Os números, contabilizados a partir dos dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), também mostram que houve uma diminuição de três casos de assaltos consumados a agências bancárias, com 41 ocorrências. Apesar disso, no ano passado o número havia triplicado, de 15 casos, em 2014, para 44, em 2015.

Ainda de janeiro a novembro deste ano, foram registradas outras 62 ocorrências tentadas, mas não consumadas.

Fonte – G1