Ultra Rádio

Autora de gol decisivo, Tamires lembrou do Brasil para evitar pênaltis

meninasA rodada da Champions League feminina teve mais brasileira sendo decisiva além de Andressa Alves. Tamires, lateral esquerda da seleção brasileira, foi responsável pela classificação às oitavas do Fortuna, da Dinamarca, diante do Athletic Bilbao. No primeiro jogo, as espanholas haviam vencido por 2 a 1. No confronto de volta, o time dinamarquês assegurou o 2 a 1 no tempo normal e a decisão da vaga foi para a prorrogação. Naquele momento, Tamires lembrou da decisão por pênaltis vivida com o Brasil diante da Suécia na Rio 2016. O domínio durante o jogo, mas a eliminação nas semifinais. Acabou indo ao ataque e garantindo o 3 a 1.

– Quando estávamos no segundo tempo da prorrogação e o tempo se esgotando o que passava pela minha cabeça era que não era possível que depois de mais uma prorrogação aonde dominamos o jogo praticamente todo eu iria viver novamente em um curto período de tempo outra decisão nos pênaltis, não queria. Então o que eu pensei foi: “vou correr para aonde a bola estiver lá na frente”. No finalzinho do jogo fui agraciada com o gol. Creio que marcar um gol que leve o seu time a uma nova fase é emocionante demais independente do campeonato. Foi incrível o que eu vivi ontem, a nossa equipe e toda a comissão técnica está de parabéns – disse ela ao GloboEsporte.com.

A jogadora explicou a razão de estar em uma posição ofensiva. O treinador optou por colocá-la mais no meio e próxima à área.

– Disputar a Champions novamente está sendo muito bom ainda mais por ser um dos campeonatos mais difíceis do mundo. Aqui o técnico, especialmente nesses dois jogos da Champions, acabou me colocando em alguns momentos no meio e com isso tive a oportunidade de estar um pouco mais perto da área e graças a Deus nesta quarta eu fui feliz e pude ajudar o meu time com o gol que nos livrou de uma decisão por pênaltis.