Ultra Rádio

Dado Cavalcanti é o novo técnico do Náutico

treinaApós quase dois anos o técnico Dado Cavalcanti volta ao comando técnico do Náutico. Após o clube sinalizar que não continuaria com Givanildo Oliveira como seu treinador em 2017, o Timbu acertou com o também pernambucano para a próxima temporada. Dado deve chegar ao Recife na próxima segunda-feira e assinar o acordo de forma oficial.
A direção do Náutico mais uma vez mostrou que não está disposta a perder tempo e assim como fez nas demissões de Alexandre Gallo e Gilmar Dal Pozzo, não demorou para anunciar um substituto. “Se você pegar o currículo de Dado, podemos dizer que é muito bom. Conhece muito bem a região e tem um perfil que se encaixa no Náutico”, comentou o diretor de futebol Marcílio Sales.
Dado estava no Paysandu e terminou a competição na 14ª colocação. Com 49 pontos. A equipe chegou a empolgar em alguns momentos na Série B, mas perdeu fôlego e não chegou a brigar de forma efetiva pelo acesso.
Na sua primeira passagem pelo Náutico, em 2014, Dado obteve nove derrotas, cinco empates e nove derrotas, obtendo um aproveitamento de 46,3%na Série B.  Em 128 jogos na competição, na qual já comandou Paysandu, Paraná e Ponte Preta, além do Náutico, Dado conquistou 50 vitórias, 33 empates e 45 derrotas, obtendo um aproveitamento de 47,65%.
Período complicado e saída conturbada
Apesar dos elogios da atual direção alvirrubra, a passagem de Dado no Alvirrubro não foi tão tranquila. Além de ser bastante criticado pela gestão do clube quando decidiu não continuar no clube e assinar com o Ceará para a temporada 2015, o técnico teve que lidar com a crise financeira que refletiu diretamente em campo. Os atletas chegaram a ter três meses de salários atrasados e fizeram greve. Outro caso que marcou a passagem de Dado Cavalcanti no Timbu foi quando o técnico teve que pagar o jantar da delegação alvirrubra após enfrentar o América-RN em Natal. O cartão do então diretor de futebol Carlos Kila foi resucaso e o técnico assumiu a dívida.