Ultra Rádio

Consórcio consegue revogar liminar que suspendia debate sobre aumento da tarifa de ônibus

Nova reunião para discutir aumento da tarifa de ônibus está marcada para sexta-feira (13). A Urbana-PE pede aumento de 34% no valor das passagens.

O Grande Recife Consórcio divulgou nesta quarta-feira (11) que conseguiu revogar a liminar que proibia que o Conselho Superior de Transportes Metropolitano (CSTM) se reunisse para deliberar, votar ou apreciar o reajuste da passagem de ônibus na Região Metropolitana do Recife (RMR). A decisão, emitida pelo 4º Juizado Especial da Fazenda Pública da Capital, determinava que a reunião, que está marcada para a sexta-feira (13), só fosse realizada após apresentação da planilha com os custos do serviço.

Os dados com os gastos foram divulgados no site do Grande Recife Consórcio de Transporte. Com o reajuste proposto pela Urbana, a tarifa A passaria de R$ 2,80 para R$ 3,75, e a B de R$ 3,85 para R$ 5,15. Já o Grande Recife apresenta três cenários ao levar em consideração a renovação da frota, sem renovação da frota e sem o subsídio do governo. A proposta corresponde apenas a tarifa A. Os valores são: R$ 3,33, R$ 3,25 e R$ 3,94, respectivamente.

No conteúdo, a decisão traz que o prazo para a convocação dos conselheiros foi cumprido, “pois, a convocação se dera em 03 de janeiro de 2017 para a reunião que seria realizada em 06 de janeiro de 2017”. O órgão diz, ainda, que “a planilha tarifária está e esteve disponível para a consulta pública desde o início de 2016 no site do Grande Recife Consórcio de Transportes na internet”.

A liminar havia sido solicitada por estudantes para entender os motivos para o aumento de quase 34% solicitado pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE) nas tarifas e, assim, apresentar uma contraproposta. Os estudantes reivindicam uma promessa de campanha do governador Paulo Câmara (PSB) de ter uma tarifa unificada sob o valor de R$ 2,15.

O primeiro encontro estava marcado para ocorrer no Centro de Convenções, em Olinda, no dia 6 deste mês. Sob forte protesto, os estudantes apresentaram a liminar. Os representantes do Conselho chegaram a se reunir, mas não trataram sobre o aumento da tarifa. A reunião foi cancelada após uma série de manifestações dos estudantes. A nova reunião está marcada para acontecer às 8h, na Secretaria das Cidades.

Fonte: G1