Ultra Rádio

Carnaval vai ter 20% mais equipes da Operação Lei Seca em Pernambuco

Ações de fiscalização e de saúde são reforçadas em todo o estado. Equipes de saúde do interior também recebem reforço.

A Operação Lei Seca vai contar com 20% mais equipes no carnaval deste ano em Pernambuco. Durante a festa de Momo, a fiscalização acontece nos três turnos e conta com 11 equipes por dia, além de sete pontos de bloqueios e 36 policiais circulando em motocicletas. As blitzes e os serviços de saúde também são ampliados no interior do estado. 

A operação tem início na sexta-feira (1º) e vai até a Quarta-Feira de Cinzas (6). Durante o desfile do Galo da Madrugada, no Sábado de Zé Pereira (2), são montados 24 bloqueios nas principais vias de acesso ao bloco, a partir das 8h. Os bloqueios vão até às 8h do domingo (3).

“Trabalhamos, normalmente, com nove equipes por dia e passaremos a operar com 11. É bom frisar que as operações vão funcionar em todos os horários. Esses pontos de fiscalização também vão ter as devidas orientações a todos os condutores que forem abordados”, afirma o coordenador da Operação Lei Seca, o Tenente Coronel da PM Fábio Bagetti.

A operação trabalha, ainda, com quatro equipes educativas, que atuam nos bloqueios com distribuição de cartilhas informativas sobre a Secretaria de Saúde, adesivos, leques com informações sobre prevenção de acidentes, bafômetros descartáveis e camisinhas.

Equipes do Departamento de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) também participam da Operação Lei Seca e das Operações Trânsito Seguro e Rota de Fuga, que levam ações de fiscalização para o litoral e interior do estado.

São realizadas ações em Ipojuca (Porto de Galinhas), Paulista (Janga e Maria Farinha) e Ilha de Itamaracá, no Grande Recife, Vitória de Santo Antão e Nazaré da Mata, na Zona da Mata do estado, Bezerros e Pesqueira, no Agreste, além de vias pedagiadas.

“Como existem pontos fortes de carnaval também no interior, a gente mapeou os mais tradicionais e vai fazer operações de trânsito tanto de fluidez, para minimizar os transtornos, quanto coercitiva, para que sejam respeitadas as leis de trânsito”, afirma o diretor de fiscalização do Detran-PE, Sérgio Lins.

Ao todo, o Detran-PE conta com efetivo de 180 agentes de trânsito, 40 a mais do que no ano passado, quando foram empregados 140.